Download
 
Apresentação de Slides
 
Correio
 
Fórum
 
Atividades
 
Pasta de Trabalho
 
 
Ajuda
 
 
 
 
 
 
MÓDULO XI
Introdução
Síndromes gastrintestinais
Síndrome anticolinérgica
Síndrome hepatotóxica
Síndrome cianogênica
Síndromes dermatológicas
Síndrome cardiotóxica
Medidas de prevenção
Envenenamento por plantas  

 



Dentre as plantas de ocorrência no Brasil, que contêm glicosídeos cardíacos e que atuam de forma semelhantes aos digitálicos encontram-se, principalmente, a Nerium oleander L., conhecida como espirradeira , Thevetia peruviana Merr. (chapéu-de-napoleão ), Asclepias curassavica L. (oficial de sala) entre outras.

Dentre as principais substâncias ativas que possuem propriedades cardioativas, na espirradeira e no chapéu-de-napoleão, encontramos respectivamente a oleandrina e tevetina A e B.

Estes glicosídeos possuem a propriedade de potencializar a força e a velocidade das contrações miocárdicas através da inibição da bomba de sódio, potássio-ATPase na membrana do sarcolema, levando ao surgimento de manifestações clínicas da intoxicação semelhantes a uma intoxicação digitálica.

As manifestações cardíacas são as mais severas, podendo persistir por até 3 a 6 dias. A bradicardia é o sinal mais freqüente, podendo evoluir para bloqueios, extra-sístoles e fibrilações atriais ou ventriculares, nos casos graves. As causas de óbitos ocorrem devido a disritmias.

A abordagem terapêutica para a intoxicação por espirradeira e chapéu-de-napoleão, deve ser agressiva, e o tratamento idêntico ao do envenenamento por digital.


 

Sair